Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese



ONLINE
1




Partilhe este Site...

 

Verbo Encarnado, Amor Personificado

Deus viu a humanidade em seu estado de pecado,

Eternamente em miséria e condenado,

Embora o homem se rebelasse contra Deus,

Soberanamente por amor, Ele resgataria os Seus.

===//===

E pelo fato de tanto tê-los amado,

O Verbo que se fez carne foi espancado, zombado, torturado,

Humilhado, ignorado, rejeitado, açoitado,

E sem abrir a boca, ainda por amor, morreu crucificado.

===//===

Seria ele então na morte abandonado?

De modo algum seu plano redentor havia sido frustrado,

Pois ao terceiro dia, ele foi ressuscitado!

===//===

Quem confia nisso será, inocentado,

Porque o resgate por sua vida certamente já foi pago,

===//===

E então daremos graças por Ele ter nos resgatado,

E por Ele viveremos, estando sempre ao Seu lado!

 

Porque é tão difícil confiar naquele que morreu em seu lugar?

Alguém que você conhece morreria por você, HOJE, como Jesus morreu?



Provas contra a Imortalidade da Alma Refutado - NT
Provas contra a Imortalidade da Alma Refutado - NT

Este artigo é uma continuação deste: http://heresiasdocristianismo.comunidades.net/index.php?pagina=1273025710_03

A estrutura aqui será diferente da que fiz com o artigo anterior. Vou seguir a ordem de Lucas Banzoli e refutar sua “prova” contra a mortalidade da alma logo na coluna ao lado, na tabela mesmo.

Boa leitura e que o Senhor nos dê sabedoria!

#

DECLARAÇÕES RELATIVAS AO ESTADO DOS MORTOS

BASE BÍBLIA NEOTESTAMENTÁRIA

Refutação

1

Os mortos só entram na vida ou na condenação a partir da ressurreição dentre os mortos.

João 5:28,29

Isso diz respeito a entrar na vida ou na condenação com seus corpos. Nada fala sobre a mortalidade da alma.

2

Os vivos não precederão os que dormem para a entrada no Reino

1 Tessalonicenses 4:15

O que isso prova? Pelo contrário, 1Ts 3.13 prova que Jesus trará com ele os que já dormiram nele quando ele voltar e os unirá novamente a seus corpos para a ressurreição.

3

A entrada no Paraíso se dará por ocasião da “colheita” no fim do mundo

Mateus 13:39; 28-30

Mt 28.30 não existe. E sobre a entrada no Paraíso, o paraíso nem é mencionado na passagem citada.

4

Até a ceifa (que acontece no fim do mundo) justos e ímpios partilham o mesmo lugar

Mateus 13:28-30

A parábola fala da presença de descrentes em meio aos crentes e que somente o Senhor conhece cada um. Esse mesmo lugar que eles partilham é a terra. Logo após a morte vem o juízo (Hb 9.27), porque logo após a morte joio e trigo já são separados. O dia do juízo será somente a sentença.

5

Somente na consumação dos séculos haverá a separação entre os justos e os ímpios

Mateus 13:47-50

Novamente, sobre essa “separação” feita somente no fim dos tempos, ele fala dos que estiverem vivos, e não de TODOS os que já viveram. Os mortos já terão sido separados por ocasião de sua morte (Hb 9.27)

6

A entrada no Reino é por ocasião da revelação do Filho do Homem

Mateus 25:31-34

Não devemos confundir a inauguração do Reino Milenar com o Paraíso, para onde as almas dos mortos em Cristo vão.

7

Só entraremos nas nossas moradas quando Cristo voltar para nos levar onde ele está

João 14:2,3

Isso com nossos corpos ressurretos. Porém, nada prova contra a imortalidade da alma. Ele volta para levar nossos corpos, porém, traz com ele para que novamente habitem em seus corpos ressurretos aqueles que nele dormiram (1Ts 3.13).

8

Davi não subiu aos céus

Atos 2:34

Não como Jesus, corporalmente, que é a referência feita por Pedro ao “corpo” de Jesus.

9

Davi está morto na sepultura

Atos 2:29

Pedro diz que a sepultura está entre eles, não que Davi está morto na sepultura. Porém, é fato que seu corpo está ali, mas não sua alma. Hb 12.1 diz que estamos rodeados pelas testemunhas já mortas do AT, incluindo Davi. Como um morto pode ser testemunha do proceder de um vivo?

10

Os mortos só alcançam a misericórdia da parte do Senhor no dia da Sua Vinda

2 Timóteo 1:16-18

Misericórdia aqui significa vida eterna e ressurreição, e isso, é óbvio que só acontecerá quando o Senhor voltar. Paulo diz isso porque não sabia se Onesíforo era salvo ou não, então, ele expressa seu desejo em relação à salvação e à ressurreição de Onesíforo. Nada fala contra a imortalidade da alma.

11

Os heróis da fé não obtiveram ainda a concretização da promessa

Hebreus 11:39,40

A “promessa” referida era o Messias (Lc 10.23-24), e é fato que morreram antes de sua vinda. É necessário entender no mínimo o contexto antes de fazer afirmações categóricas e catastróficas.

12

Os heróis da fé só obtém a concretização da promessa junto conosco

Hebreus 11:39,40

A interpretação correta do versículo é a de que através dos apóstolos que receberam a promessa (o Messias) os que no passado morreram na fé nele também foram aperfeiçoados (pela fé no Messias). Todos foram aperfeiçoados pela fé naquele que se revelaria somente no futuro, aos apóstolos. O que isso prova contra a imortalidade da alma?

13

A salvação do espírito é no Dia do Senhor

1 Coríntios 5:5

A salvação será plenamente consumada no dia do Senhor com a ressurreição e glorificação. Embora hoje ela já seja uma realidade na vida de quem crê (Ef 1.13-14; 2Cor 1.20-22), pois já passou a ser nova criatura (2Cor5.17) e nasceu de novo (Jo 1.12-13)

14

Se não há ressurreição de mortos, então os que dormiram em Cristo já pereceram

1 Coríntios 15:18

A ressurreição será do corpo, e não da alma/espírito que é a parte imaterial. Esta já está com Cristo (1Ts3.13).

15

Se não há ressurreição de mortos, então a nossa esperança se limitaria apenas a esta vida

1 Coríntios 15:19

A ressurreição será do corpo.

16

Se não há ressurreição de mortos, então Paulo esteve exposto a perigos a toa

1 Coríntios 15:30

A ressurreição existe, porém, trata-se do corpo, e não da alma/espírito. Mas, para os que entendem que corpo=alma/espírito, é óbvio que eles pensam que a ressurreição será do ser por completo, que esteve inconsciente desde a morte. Mt 10.28 nos mostra que após a morte do corpo, a alma, ou a parte imaterial, ainda continua viva e consciente.

17

Se não há ressurreição de mortos, então o melhor a fazer seria viver hedonisticamente a vida, “comer e beber, que amanhã morreremos”

1 Coríntios 15:32

Ressurreição dos corpos, e não das almas, que não morrem junto com o corpo, segundo Mt 10.28.

18

Os mortos só serão vivificados na segunda vinda de Cristo

1 Coríntios 15:22,23

Paulo está falando de corpos físicos. Além do mais, espiritualmente, os crentes já são vivificados quando creem em Cristo, segundo Ef. 2.1-5. Paulo se refere aos mortos como aquilo que morre e sofre decomposição/corrupção, que é o corpo, mas não a alma, segundo Mt 10.28.

19

A única esperança para os que hoje dormem é a ressurreição

1 Tessalonicenses 4:13-15

Ressurreição dos corpos para viverem o Reino de Deus e a vida eterna com seus corpos. 1 Ts 3.13 ainda nos mostra que quando Cristo voltar para a ressurreição dos mortos, trará, com ele, todos os santos que nele dormiram, o que prova que suas almas estava vivendo com Cristo desde que morreram.

20

Nós somos os únicos vivos

1 Tessalonicenses 4:16,17

Paulo não diz que somos os “únicos” vivos. Ele diz “nós, o que estivermos vivos”. Essa inferência de Lucas Banzoli pode ter desastres teológicos devastadores, pois Mt 10.28 nos diz que as almas dos que morreram não morrem com seus corpos. Isso não significa “estar vivo”?

21

A imortalidade tem que ser buscada

Romanos 2:7

Paulo fala da imortalidade do corpo, que morre por causa do pecado, e que foi projetado por Deus para que por meio desse corpo pudéssemos desfrutar plenamente, e para sempre, daquilo que Deus tem reservado para nós. Deus não nos projetou para sermos simples “fantasmas”.

22

A imortalidade só é alcançada por aqueles que “perseveram em fazer o bem”

Romanos 2:7

Isso implica salvação pelas obras Sr Lucas Banzoli? Porque se for, está totalmente contra as Escrituras (Ef 2.8-10; Tt 3.5). É isso o que o Sr. Está ensinando?? Paulo fala dos que já tem a perspectiva correta da salvação pela graça, pois os que “perseveram”, perseveram por causa daquilo que Cristo já fez por eles e por meio dele (Fp 1.11; 1Pe 1.5) e não com o intuito de serem recompensados com a vida eterna.

23

A imortalidade é um dom de Deus

Romanos 6:23

Não... a vida eterna é um dom de Deus. Vida Eterna significa viver para sempre em comunhão com Deus (qualidade de vida que não acaba). Imortalidade implica simplesmente em não morrer (tempo), com ou sem qualidade de vida. Isso, até os ímpios terão, porque eles sofrerão no inferno o castigo por toda a eternidade (Ap 14.11; 20.10).

24

A imortalidade é uma herança

Lucas 18:18

A vida eterna é uma herança concedida aos que creem em Cristo, e não a imortalidade. A imortalidade também pertence aos ímpios (Mt 25.46). Estudar estes termos ajudaria bastante na compreensão dos versículos. Ver refutação # 23.

25

A imortalidade é por meio do evangelho

2 Timóteo 1:10

No grego, aphtharsia significa incorruptibilidade. É óbvio que esta passagem fala da imortalidade do corpo que só foi conhecida através do evangelho. Porém, a imortalidade da alma é comum a todos os homens (Mt 10.28).

26

O único que possui a imortalidade é Deus

1 Timóteo 6:16

É óbvio que Deus é o único que “possui”, que “detém” a imortalidade. A imortalidade de anjos (eles também são imortais – Lc 20.36), por exemplo, não pertence a eles próprios, mas é derivada de Deus, ou seja, eles não possuem imortalidade como algo próprio deles, mas derivado de Deus, assim como a imortalidade da alma do homem (Mt 10.28).

27

O homem é um ser mortal e não imortal

Romanos 1:23; 1 Timóteo 6:16

O corpo do homem é corruptível e mortal por causa do pecado, mas não sua alma (Mt 10.28). Ver acima.

28

A imortalidade só é alcançada a partir da ressurreição dentre os mortos

1 Coríntios 15:51-54

A imortalidade do corpo, e não da alma.

29

A imortalidade tem que ser revestida (na ressurreição)

1 Coríntios 15:53

A imortalidade não tem que ser revestida. Ela é o que “reveste” aquilo que morre. O corpo, que é corruptível e mortal deve ser revestido, e não a alma, que já é assim (Mt 10.28).

30

O reencontro entre Paulo e os Coríntios é somente na ressurreição

2 Coríntios 4:14

Paulo está falando da perspectiva da ressurreição corpórea. Ele diz que será apresentado “com” os coríntios também mortos (no grego, “sun” também significa “ao lado”), ou seja, junto com eles. Paulo será apresentado “com eles” a alguém. Ele não diz que ele se “reencontrará” com eles. Isso faz uma grande diferença.

31

O momento em que Paulo irá orgulhar-se deles é somente na ressurreição

2 Coríntios 1:14

Onde de fato ele verá o fruto de seu ministério naqueles que, por meio dele, estiverem junto dele no céu. Um ponto importante... a palavra SOMENTE não existe no texto original.

32

O momento em que receberemos o louvor de Deus é na ressurreição

1 Coríntios 4:5

Receberemos de Deus a aprovação, no sentido de que seremos reconhecidos e recompensados por aquilo que tivermos feito por meio do corpo. Paulo fala de galardão perante o tribunal de Cristo. Foi exatamente isso o que ele disse no capítulo 3.

33

A morte só é vencida na ressurreição

1 Coríntios 15:54,55

A morte do corpo, causada pelo pecado, e não a morte da alma, que não morre (Mt 10.28), mas sobrevive à morte do corpo.

34

A morte é igualada a um estado de sono

Jó 14:12

A referência aqui deve ser João 11.12. Esse estado de sono é uma referência à posição que o corpo fica quando está morto, ou seja, deitado. Também, simboliza que a pessoa não permanecerá assim para sempre, mas que ela irá acordar, uma alusão à futura ressurreição. Isso nada prova contra a mortalidade da alma.

35

A alma morre

Tiago 5:20

A palavra psyche aqui assume a tradução de “vida” devido ao seu contexto. A alma não morre, porque se morresse, contradiria as palavras de Jesus em Mt 10.28. É por isso que a palavra psyche aqui deve ser traduzida por vida, ou até mesmo por pessoa.

36

A alma é exterminada

Atos 3:23

Pedro cita o AT aqui. A palavra exolothreuo significa “eliminar” e não “exterminar”, e Pedro continua dizendo “do meio do meu povo”. No AT, Moisés usa a expressão “terá que ser morto”. Novamente, nada prova, como quer Lucas Banzoli. Jesus disse que a alma não morre junto com o corpo (Mt 10.28).

37

A alma é destruída

Mateus 10:28

A alma pode ser destruída? No sentido de “extinção total”? Acho que não. A parte A do versículo mostra que a alma não morre junto com o corpo. Muito embora Deus tenha poder para, de fato, extinguir, uma alma, o sentido aqui não é esse. Trata-se de atormentar a alma e o corpo no inferno, eternamente, como nos mostra Ap 20.10. Deus seria injusto se não aplicasse castigo infinito para alguém que cometeu um pecado contra um ser infinito. Já imaginou, todos os ímpios sendo livrados de seu castigo deixando de existir? Essa ideia torna muito mais agradável a ideia de que mesmo que eu seja a pior pessoa em vida, no fim das contas, não vou ter castigo nenhum mesmo e nem vou sofrer nem ver nada. Além do mais, o versículo paralelo de Lc 12.4-5, diz “temam aquele que, depois de matar o corpo, tem poder para lançar no inferno”. Lançar no inferno faz paralelo com “destruir”. O que dá ainda mais base para essa refutação.

38

A alma dos mortos é vivificada na ressurreição

Apocalipse 20:4

E que tipo de “vivificação” ocorre em Ef 2.1-5 se não a espiritual? As almas não são vivificadas na ressurreição. Elas são unidas novamente ao corpo e então acontece a ressurreição corporal (1Ts3.13; 4). Isso prova que no céu estão as almas dos mortos, que somente depois são ressuscitadas com seus corpos, mas elas não estavam “mortas” junto com os corpos.

39

Existe um só juízo e ele é somente na segunda vinda de Cristo

Hebreus 9:27; 2 Timóteo 4:1

Mas existem duas ressurreições (Ap 20). A dos justos e a dos ímpios, 1000 anos depois. Mas, o que isso prova contra a imortalidade da alma?

40

O motivo pelo qual os mártires aceitaram a tortura foi visando uma superior ressurreição

Hebreus 11:35

Uma ressurreição superior “do corpo”. O que isso prova contra a imortalidade da alma?

41

A exultação e regojizo é somente por ocasião da volta de Cristo

1 Pedro 4:12,13

Pedro fala da alegria pela volta do Senhor e cumprimento das promessas. O que isso prova contra a imortalidade da alma?

42

A imarcescível coroa da glória só estará disponível aos salvos por ocasião da segunda vinda de Cristo

1 Pedro 5:1-4

Coroa (do grego stephanos) significa recompensa, prêmio. Essa recompensa não é a ressurreição nem a vida eterna, porque ela não é recompensa alguma, mas sim um dom gratuito.

43

A ressurreição é somente na segunda vinda de Cristo

1 Tessalonicenses 4:13-15; 2 Timóteo 2:18; 1 Coríntios 15:22,23

Ressurreição do corpo.

44

O assassino não tem uma vida eterna permanente em si

1 João 3:15

O corpo do assassino nem de ninguém possui vida eterna em si por causa do pecado. Entender vida eterna como simplesmente viver eternamente sem somar a isso o “estar em comunhão com Deus” não é a vida eterna apresentada nas Escrituras.

45

Paulo só receberia a coroa da justiça na ressurreição

2 Timóteo 4:6-8

Novamente, coroa significa recompensa, prêmio. Isso mostra que a ressurreição não é esse prêmio, e nem que a alma é mortal.

46

Depois da morte vem o juízo e não o Céu ou o inferno

Hebreus 9:27

Juízo, do grego krisis, significa julgamento, e não implica necessariamente castigo, mas sim uma avaliação. Esse juízo funciona assim: morreu em Cristo, vai para junto de Cristo; morreu sem Cristo, está para sempre separado das bem-aventuranças de Deus. E existem lugares específicos para isso: o paraíso (Lc 23.43; 2Cor 12.3-4) e o hades (Lc 16.23; At 2.31).

47

A vida é somente em Cristo e não há vida fora dele

1 João 5:12

Vida espiritual. A ressurreição espiritual acontece em vida (Ef 2.1-5). Vida significa estar em comunhão com Deus. É nesse sentido que João disse que a vida é somente em Cristo e que não há vida fora dele.

48

Apenas aquele que come do pão da vida viverá eternamente em algum lugar

João 6:51

O pão é Cristo, e somente quem se alimenta dele espiritualmente, ou seja, está unido a ele, é que “viverá eternamente”. Lembrando, viver eternamente significa estar eternamente em comunhão com Deus. Vida eterna tem mais a ver com “qualidade de vida” do que com “estar vivo” propriamente dito.

49

Existem 72 referências ao estado de sono na morte mas nenhuma de que estão acordados

Nenhuma referência

72 referências sem nenhuma referência? Essas referências dizem respeito ao corpo, e não a alma. E sobre a não haver referência de que estão acordados, o que fazemos com a frase “Deus não é Deus de mortos, mas de vivos” em referência a Abraão, Isaque e Jacó? Ora, se um morto não está vivo, como é que Deus pode chamar de vivos quem já morreu?

50

Não existe nenhuma passagem bíblica neotestamentária em um contexto que não seja parabólico ou simbólico que mostre que os justos já estão na glória

Nenhuma referência

E o que dizer sobre 1Ts 3.13, que diz que Jesus trará junto com ele, em sua vinda, todos os seus santos que dormiram nele? Eles não estão na cova? E o que dizer sobre as almas dos que haviam sido decapitados, citadas em Ap 20.4, que estavam debaixo do trono? E sobre as almas dos que haviam sido mortos citadas em Ap 6.9-10, que clamavam a Deus?

51

Nós só seremos recompensados na ressurreição dos mortos

Mateus 16:27; Apocalipse 22:12; Lucas 14:14

O que isso prova contra a imortalidade da alma? Como uma alma poderia desfrutar plenamente de suas recompensas sem um corpo? É por isso que a ressurreição do corpo é necessária.

52

Não existe passagem bíblica nenhuma que mostre religação de corpo com alma na ressurreição

Nenhuma referência

Que ele fortaleça os seus corações para serem irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos... Se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, cremos também que Deus trará, mediante Jesus e juntamente com ele, aqueles que nele dormiram.” (1 Ts 3.13; 4.14)



Pra que Jesus trará os que nele dormiram com ele na ocasião da ressurreição dos justos senão para habitarem em seus novos corpos celestiais?

53

A punição dos ímpios é algo futuro e não algo presente

2 Pedro 2:9; 2 Pedro 2:6; 2 Tessalonicenses 27-10; Lucas 3:17

A punição corporal.

54

A condenação dos ímpios é somente no último dia

João 12:48

A condenação eterna (Ap 20). Pra que os ímpios ressuscitarão somente para serem destruídos, segundo afirmam os ASD?

55

Os ímpios só sofrerão a punição na manifestação do Senhor Jesus Cristo

2 Tessalonicenses 2.7-10

Vide acima.

56

A imortalidade está ligada unicamente à ressurreição de Jesus e a nossa própria ressurreição

1 Coríntios 15; 1 Coríntios 15:57

A incorruptibilidade e a imortalidade do CORPO é o assunto dessa passagem. A alma não morre junto com o corpo (Mt 10.28).

57

Nós só entraremos no Paraíso se estivermos constituídos de um corpo

2 Coríntios 5:1-3

Essa conclusão não é válida para a passagem citada. E porque os v. 4-8 não são mencionados? Paulo fala do desejo de acontecer a vinda de Cristo enquanto ele estiver vivo (v. 4). Mas ele afirma que se ele morrer, ele tem morada no céu. Segundo o v. 8, estar ausente do corpo é estar “PRESENTE” com o Senhor. Isso só confirma a sobrevivência da alma após a morte do corpo. Também em Fl 1.23; 2Pe 1.13-14.

58

O mortal só é absorvido pela vida na ressurreição dentre os mortos

1 Coríntios 15:51-54

Referência ao corpo.

59

Deus é único possuidor de imortalidade incondicional

1 Timóteo 6:16

Já refutado no argumento # 26.

60

Todos os heróis da fé morreram e não receberam a promessa

Hebreus 11:13

A promessa era o Messias. Já refutado no argumento # 11.

61

A herança e a salvação só é recebida na revelação de Cristo no último tempo

1 Pedro 1:5

A salvação e a vida eterna são recebidas aqui (1Jo 5.13) porém só é consumada no último tempo. Mas o que isso prova contra a imortalidade da alma?

62

A graça e a esperança é dada no momento da ressurreição/segunda vinda de Cristo

1 Pedro 1:13

Pedro fala “da graça” que será dada, e não que “a graça” só é dada na ressurreição. A graça da salvação já foi dada e está disponível hoje (Ef 2.1-10; Tt 2.11). Mas, o que isso prova contra a imortalidade da alma?

63

Deus ainda não julgou os que morreram

1 Pedro 4:5; 2 Timóteo 4:1

Esse julgamento será o juízo final. Porém, os que morreram já foram julgados no sentido de saberem qual será seu destino eterno (Hb 9.27).

64

Jesus teve que apresentar muitas provas para mostrar que, mesmo morto, ainda vive

Atos 1:3

O que isso prova contra a imortalidade da alma? Se Jesus, ressurreto, teve que provar muitas vezes para os discípulos que estavam vivos, imagina a dificuldade dos mortalistas em aceitar que Mt 10.28 diz que a alma não morre?

65

O apóstolo Paulo teve que insistir na presença dos reis Agripa e Festo para tentar provar que Jesus Cristo, mesmo morto, estava vivo

Atos 19:25

O que isso prova contra a imortalidade da alma? Paulo não conseguiu provar nada a eles, porque quem convence não são argumentos humanos, mas sim o poder do Espírito Santo.

66

Os filhos não foram revelados na glória ainda

Romanos 8:19

O versículo fala sobre a ressurreição e a glorificação futuras. No v. 18 Paulo não diz “revelados na glória” como se apontasse para a entrada no céu somente após a ressurreição, mas sim da “glória em nós revelada”.

67

A nossa adoção como filhos é somente na ressurreição

Romanos 8:23

A adoção mencionada por Paulo é a redenção dos corpos ressurretos. Nós já fomos adotados por Deus como filhos no momento em que cremos (Jo 1.12-13; Rm 8.15-17).

68

Nossas obras só serão reveladas no dia do Juízo (também somente neste momento que recebemos a recompensa ou a condenação)

1 Coríntios 3:13-17

O que isso tem a ver com a imortalidade da alma? Quando morremos, nossa alma volta para Deus, para aguardar com Ele a ressurreição e a recompensa que recebermos por meio do corpo.

69

O primeiro homem é do pó da terra

1 Coríntios 15:47

O que isso prova? O que Adão tinha que o diferenciava dos animais senão algo imaterial e espiritual que possibilitava sua comunicação com Deus, que é espírito (Jo 4.24)? O corpo veio do pó da terra, porém, a alma/veio da natureza de Deus, que é imortal. E é dessa imortalidade derivada que compartilhamos.

70

Assentaremos nos lugares celestiais em função da ressurreição

Efésios 2:6

O versículo em questão está no passado, e não no futuro. Paulo fala da ressurreição espiritual que aconteceu no momento em que cremos, e que novamente nos uniu a Deus e nos vivificou.

71

O orgulho de Paulo em ver que não correu inutilmente é no dia de Cristo (momento da ressurreição)

Filipenses 2:16

Isso porque ele veria, de fato, todos os frutos de seu trabalho. Nada prova contra a imortalidade da alma.

72

A nossa cidadania nos céus irá se concretizar quando Cristo transformar nossos corpos humilhados semelhantes ao seu corpo glorioso (ou seja, na ressurreição)

Filipenses 3:20,21

Paulo não diz que a cidadania nos céus “irá” se concretizar quando formos glorificados. Ele diz que nossa cidadania “ESTÁ” nos céus desde agora, de onde aguardamos Cristo que nos glorificará. O que isso prova contra a imortalidade da alma?

73

O momento em que seremos manifestados em glória é quando ele [Cristo] se manifestar

Colossenses 3:4

Ser manifestado em glória fala sobre a ressurreição/glorificação do corpo. Nada prova contra a imortalidade da alma.

74

O momento em que Paulo irá orgulhar-se e regozijar-se de seu trabalho é na segunda vinda de Cristo

1 Tessalonicenses 2:19

Vide argumento # 71.

75

Na lista de seres no Céu, Paulo não inclui espíritos humanos (inclui apenas Deus e os anjos eleitos)

1 Timóteo 5:21

Não é porque ele não invoca espíritos humanos que a existência deles não seja possível. Em Hebreus 12.1 ele diz claramente que os mortos do AT são testemunhas de nosso proceder hoje.

76

Contrasta-se “homens mortais” com aquele vive [atualmente] – Cristo

Hebreus 7:8

Ele contrasta a limitação do sacerdote mortal com o sumo sacerdote ressurreto e imortal. Ele está simplesmente falando sobre a ineficácia do sacerdócio humano. O contexto não diz nada sobre a imortalidade da alma, nem prova nada contra ela.

77

É possível perder a alma- psiquê por causa de Cristo

Mateus 10:39

Psyche nesse contexto é a “vida”. A pessoa pode perder a vida por causa de Cristo, mas não a alma. Pois se a alma é parte da pessoa, como ela pode perder a si mesma? Uma pessoa pode perder algo que pertence a ela (vida), mas não pode perder a ela mesma (alma).

78

Apenas na consumação do mundo que os justos brilharão como o sol no Reino de Deus

Mateus 13:43, 30, 39, 40, 49

Referência à glorificação do corpo. Nada prova contra a imortalidade da alma.

79

Os apóstolos só tomam os seus assentos no Paraíso para julgar as doze tribos de Israel “na regeneração de todas as coisas”

Mateus 19:28

O fato de eles tomarem seus assentos somente nessa ocasião não significa que suas almas não estavam com Cristo antes disso. Prova? Querer afirmar isso é viajar no que o texto se limita a dizer.

80

Os servos fiéis só entram no gozo do Senhor quando o dono do vinha [representação de Cristo] voltar, “depois de muito tempo”

Mateus 25:19-21, 23

Essa parábola fala sobre a vinda do Senhor. E eu pergunto, o que é o gozo do Senhor? É a alegria plena da consumação de todas as coisas. Os servos fiéis participaram da alegria do Senhor, e não da alegria deles mesmos. O que isso prova contra a imortalidade da alma??

81

Também é somente nesta ocasião [da segunda vinda de Cristo] que o servo infiel é condenado

Mateus 25:30

Esse é o julgamento final. Nada prova sobre a imortalidade da alma.

82

A separação entre justos e ímpios ocorre na revelação do Filho do homem

Mateus 25:31

Os que estiverem vivos sim. Os que já tiverem morrido, já terão sido separados por ocasião do juízo determinado em sua morte. Nada prova contra a imortalidade da alma.

83

O momento em que o Filho do homem irá se envergonhar dos pecadores é quando ele vier na glória de seu Pai com todos os santos anjos

Marcos 8:38

E...? Onde está a imortalidade da alma?

84

Após a morte do corpo, o que sucede é a destruição da alma no geena (segunda morte, o estado final) e não a algum “estado intermediário”

Lucas 12:4,5

Aqui nosso amigo Lucas escorregou. Lucas não usa a palavra “destruir” (apollumi) na Geena, mas sim “lançar” (emballo) nesse lugar.



Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.” (Ap 20.14-15)



Além do mais, Jesus não descreveu uma “ordem” de eventos nesses versículos.

85

Até uma estátua de pedra recebe espírito-pneuma para dar animação ao corpo

Apocalipse 13:15

O fato de Deus dar vida pode ser considerado um milagre. Da mesma forma, porque não considerar que o que acontece aqui também não se trata de um milagre, porém, não exatamente igual ao que acontece com nós, humanos? Outra questão... essa foi a forma que João descreveu o que viu de forma que seus leitores entenderiam. Quanto de linguagem simbólica existe aqui? Em um dos argumentos acima, o Sr. Lucas Banzoli desconsidera Ap 6 como prova das almas dos mortos conversando com Deus por considerar isso simbólico, e também nega a parábola do rico e de Lázaro por dizer que isso não retrata a realidade. Aceitar somente o que concorda com seu próprio ponto de vista é fácil, não?

86

Mesmo após entregar o espírito ao Pai, Jesus não havia retornado a ele depois de três dias morto

João 20:17

Com seu corpo. Porém, Jesus também não permaneceu inconsciente por três dias até sua ressurreição. Jesus é Deus, onisciente, em quem habita corporalmente toda a plenitude da divindade (Cl 2.9), e é imutável (Hb 13.8), portanto, não pode ter deixado de lado qualquer um de seus atributos divinos, do contrário, não poderia ser Deus em essência. O que aconteceu com Jesus durante sua morte? O Deus onisciente permaneceu inconsciente por três dias Sr. Lucas Banzoli??

87

O destino final dos ímpios não é uma imortalidade mediante a posse de uma alma eterna, mas sim o extermínio, destruição completa, fim de existência e tornar-se-ão em cinzas

Marcos 12:5-9; Atos 3:23; 2 Pedro 3:7; 2 Pedro 2:6

Será mesmo?



A palavra apóleia significa ruína, perdição, mas nunca aniquilação total nas Escrituras. Além do mais, vejamos:



E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.” (Mt 25.46)



Ora, se o castigo eterno terá fim, então, a vida eterna também terá fim, não?



Jesus também disse que os ímpios iriam para o mesmo lugar que o Diabo (Mt 25.41). Vejamos:



O diabo, que as enganava, foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre.” (Ap20.10)



Note que a besta e o profeta já haviam sido lançados nesse mesmo lugar há 1000 anos (Ap 19.20). Como explicar isso? Onde está a destruição aqui?



Todo o sempre significa extinção?? Castigo eterno significa que a consequência do castigo é eterno, mas que o castigo em si acabará? E o que dizer da vida eterna? Ela acabará também, mas o que restará será somente sua consequência?

88

O fogo do Juízo há de devorar, consumir completamente os rebeldes

Hebreus 10:26,27

Isso não diz respeito à extinção.

89

Em contraste com a vida eterna que só os justos desfrutam (através da ressurreição), os ímpios serão destruídos repentinamente

Gálatas 6:8; 2 Pedro 2:1; Tiago 4:12; Apocalipse 20:9; 1 Coríntios 3:16,17

Onde?? Ver argumento # 87.



Vejamos como Lucas só escolhe o que lhe interessa. Ele citou Ap 20.9, mas não citou o v. 10, que diz que “eles serão atormentados PARA TODO O SEMPRE”. O que isso significa??

90

Jesus usou várias e inúmeras analogias que retratam a destruição completa dos ímpios, e não a permanência eterna de vida

Mateus 13:30,40, 48; Lucas 13:2, 3, 7; Lucas 20:16; 13:4, 5; Lucas 17:27; Mateus 15:13; 24:51; Lucas 17:27, 29; 19:14,27

Ver argumento # 87.



Em Ap. 20.10, o que significa “ser atormentado para TODO O SEMPRE” Sr. Lucas??

91

Os ímpios pagarão no inferno-geena de acordo com as suas obras, e não “para sempre”

Apocalipse 22:12; Romanos 2:

Ver argumento # 87.



Em Ap. 20.10, o que significa “ser atormentado para TODO O SEMPRE” Sr. Lucas??

92

A punição pode ser de muitos ou de poucos açoites

Lucas 12:48,49

Ele fala da disciplina de Deus aos seus servos que conhecem Sua vontade, mas não a obedecem. Não fala de castigo eterno, e nem dos ímpios.

93

Os ímpios não ficarão no inferno-geena para sempre, mas sim até pagar o último centavo

Lucas 12:59

Então existe saída do inferno? Veja bem que o versículo não diz que a pessoa será destruída, mas que ela sairá da prisão, sem ser destruída. Isso derruba sua teoria de extinção e aniquilação.



Quanta contradição!



Porém, esse versículo fala sobre perdão e sobre os vivos! Fala que quem não agir assim, sofrerá a disciplina do Senhor, mas em nenhum momento ele fala que essa “prisão” é o inferno.

94

Fogo eterno, na Bíblia Sagrada, não é porque o fogo não apaga nunca, mas sim pelas conseqüências irreversíveis da destruição completa

Isaías 34:9,10; Jeremias 17:27; Ezequiel 20:47,48; Judas 7

Ver argumento # 87.



Em Ap. 20.10, o que significa “ser atormentado para TODO O SEMPRE” Sr. Lucas??



Isso é “consequência” do castigo, ou “duração”? E quanto à vida eterna? Ela acaba então? Não sejamos irracionais.

95

Quem crê em Cristo, ainda que morra, viverá – no futuro

João 11:25

Referência ao corpo. De qualquer forma, nada prova contra a imortalidade da alma.

96

Os que partirem desta vida serão “filhos da ressurreição

Lucas 20:36

Referência ao corpo. De qualquer forma, nada prova contra a imortalidade da alma.

97

Nós nos tornaremos semelhantes aos anjos quando “os mortos ressuscitarem

Marcos 12:25

Referência ao corpo. De qualquer forma, nada prova contra a imortalidade da alma. Além do mais, isso prova que anjos são imortais também, e não somente Deus, porém eles têm uma imortalidade que não é própria deles, mas derivada de Deus. Isso joga por terra seu argumento de 1 Tm 6.16.

98

O momento em que os mortos serão lembrados por Cristo é quando ele vier em Seu Reino visível

Lucas 23:42

Isso mesmo. A segunda ressurreição de Ap 20. Porém, isso não significa que eles já não tenham passado por um julgamento prévio (Hb 9.27) que determinou o destino de suas almas que não morrem junto com o corpo (Mt 10.28).

99

Mesmo tendo entregue o espírito ao Pai na morte, a alma de Cristo passou os três dias em que esteve morto no Sheol, que fica nas regiões inferiores desta terra, e não no Paraíso

Atos 2:27; Efésios 4:9; Mateus 11:23; Mateus 12:40

Inconsciente?? É lógico que não...



Vide argumento # 86.



E ele disse ao ladrão na cruz que estaria com ele no paraíso naquele mesmo dia (Lc 23.43). Argumentar que a vírgula está no lugar errado não adianta, porque os manuscritos originais não tinham pontuação. E se lermos a tradução sem ponto nem vírgula alguma, chegaremos à conclusão que Jesus realmente disse que estaria com ele no paraíso naquele mesmo dia.

100

É anti-lógico os salvos terem que comer da árvore da vida na ressurreição para viverem eternamente caso já possuíssem uma alma imortal

Apocalipse 22:2

Ilógico é a palavra correta meu amigo. O texto não diz que as pessoas comem da árvore para viverem eternamente, mas que as folhas da árvore servem de cura para as nações. A árvore da vida é um simbolismo de Cristo, a videira verdadeira, do qual nos alimentamos e quem produz vida em nós. O acesso à árvore da vida simboliza o livre acesso a Deus, e a proibição à árvore da vida simboliza o afastamento do homem de Deus. Aliás, Cristo comeu do fruto da árvore da vida para não morrer?

101

A alma também descansa

Apocalipse 6:11

O que isso prova contra a imortalidade da alma? Além do mais, o texto não diz “descansa” no sentido de estar cansado, mas sim “esperar” no sentido de aguardar.

102

Almas mortas são vivificadas na ressurreição

Apocalipse 20:4

Ver argumento #38.

103

Para onde Cristo partiria, os seus discípulos não poderiam ir, nem mesmo se dessem a própria vida para isso

João 7:33,34; 13:37

Jesus se referia ao martírio em Jo 13.37.



Simão Pedro lhe perguntou: "Senhor, para onde vais? " Jesus respondeu: "Para onde vou, vocês não podem me seguir agora, mas me seguirão mais tarde".” (Jo 3.36)



O v. 38 deixa claro isso quando Jesus diz que Pedro o negaria, ou seja, não estaria disposto a morrer por ele, ainda. Mas, isso aconteceria mais tarde. Ver também Jo 21.18-19.



Ele se referia ao céu em Jo 7.33-34. Eles não poderiam ir porque o Espírito Santo ainda não havia sido dado, selando-os com a garantia da salvação pela fé (Ef. 1.13-14) e porque eles ainda não haviam crido na obra redentora de Cristo que ainda não estava acabada. Como creriam no sacrifício substitutivo de Cristo se eles ainda nem sabiam direito o que aconteceria?

104

Nem Lázaro e nem qualquer das outras sete pessoas que foram levantadas dentre os mortos tiveram qualquer experiência de vida fora do corpo para compartilhar

1 Reis 17:17-24; 2 Reis 4:25-37; Lucas 7:11-15; 8:41-56; Atos 9:36-41; 20:9-11

O fato de a bíblia silenciar sobre as experiências dessas pessoas não prova que elas tenham permanecido inconscientes enquanto estavam mortas. Da mesma forma, o fato de a bíblia não mencionar todos os fatos científicos não significa que tais fatos não existam. A velocidade da luz pode ser provada pelas Escrituras? Não... mas ela existe.

105

É anti-lógico crer que os mortos que já estão queimando no inferno serão ressuscitados, voltarão para os seus corpos, serão julgados, e voltarão do mesmo jeito para o inferno a fim de continuar queimando infinitamente

Nenhuma referência

Um argumento com base na razão humana e na pequena mentalidade que não comporta as coisas de Deus. Eles não estão queimando, pois não têm corpo, mas certamente estão conscientes e sofrendo de alguma forma, aguardando o dia do castigo, assim como os anjos de Judas 6.



Não é só porque algo não entra em nossa cabeça limitada que não seja verdade, ainda mais em se tratando de Deus. Você compreende a Deus perfeitamente com sua mente finita? Não, é claro. Isso significa que Deus não existe? É claro que não. A existência das coisas não está limitada ao nosso entendimento delas.

106

A doutrina da imortalidade da alma ignora como nulo e sem sentido ressurreição e juízo finais, uma vez que tudo já estaria definitivamente definido com ambos os grupos já estando queimando ou já estando na glória paradisíaca

Nenhuma referência

É necessário que exista um corpo pelo qual os justos desfrutarão das bênçãos e os ímpios do castigo. Um corpo eterno, que não irá se desfazer. O corpo glorificado será assim porque será semelhante a Cristo. Porém, os corpos dos ímpios não serão ressuscitados pela união com Cristo, mas unicamente pelo poder de Deus, assim como Lázaro, porém, não estarão mais sujeitos à morte.



As almas hoje já desfrutam de alegria ou de tristeza, porém, sem um corpo, ainda não desfrutam plenamente, por meio do corpo, dessas coisas.

107

É anti-lógico crer que Cristo tirou Lázaro do conforto celestial para trazê-lo a este mundo que jaz no maligno, ou tê-lo dado uma segunda oportunidade de salvação retirando-o do inferno

João 11:17-27

Ilógico é o fato de questionarmos as obras de Deus pensando no conforto humano acima da glória de Deus. Essa visão mais antropocêntrica do que teocêntrica é a principal causa de o homem não entender o que Deus faz e nem de o homem louvá-lO como Ele deve ser louvado.



Eu te pergunto, você acharia ruim se fosse com você o que aconteceu com Lázaro? Você questionaria a Deus?

108

A única fonte de consolação de Cristo às irmãs do falecido é baseada na ressurreição do último dia, e não em alguma bem-aventurança atual

João 11:23,24

A morte de Lázaro tinha um propósito. Foi por isso que Jesus se calou sobre isso.



Pai, eu te agradeço porque me ouviste. Eu sabia que sempre me ouves, mas disse isso por causa do povo que está aqui, para que creia que tu me enviaste.” (Jo 11.41-42)

109

O ser racional de Lázaro estava na sepultura, e não no Céu ou no inferno

João 11:43

Quando Jesus o chamou, ele já estava acordado!

110

A doutrina que Paulo pregava ia frontalmente contra a doutrina da imortalidade da alma pregada pelos gregos

Atos 17:32

O texto não diz que eles criam na imortalidade da alma. E mesmo que eles cressem, eles zombaram de Paulo que porque eles não criam na ressurreição corporal, assim como os saduceus (At 23.8).

111

O foco da Igreja Primitiva era completamente voltado à ressurreição dos mortos, assunto que praticamente foi extinto nas Igrejas cristãs da imortalidade da alma

Atos 16:6-8; Hebreus 11:35; Atos 4:2; 17:18; Atos 23:6; 24:15

Isso é uma mentira deslavada. Julgar as igrejas dessa forma é se colocar no lugar de juiz. Além do mais, isso nada prova que a imortalidade da alma não exista.

112

Ninguém que já está muito bem acordado no Céu precisa ser “despertado” para continuar no Céu do mesmo jeito

Efésios 5:14

Meu amigo! Essa foi uma das piores! Paulo está dizendo isso para VIVOS!!! Ele fala isso aos mortos espirituais da igreja de Éfeso (Ef 2.1-5)!!

113

O processo de morte que iniciou-se em Adão só será revertido em Cristo na Sua segunda Vinda

Gênesis 2:17 com 1 Coríntios 15:22,23

Morte espiritual implica em separação de Deus. Esse é o processo que é revertido em Cristo no momento de nossa justificação pela fé (Ef 2.1-5)

114

É anti-lógico Cristo fazer a promessa de uma vida eterna caso já possuíssemos uma alma imortal

1 João 2:25

Ele fala do corpo meu caro amigo! Não podemos desfrutar de tudo o que Deus tem para nós sem um corpo! O tabernáculo terreno!



Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês, porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou.” (2Pe 1.13-14)

115

Quem diz que a ressurreição já aconteceu perverte a fé cristã

2 Timóteo 2:18

A ressurreição espiritual já aconteceu aos que creem (Ef 2.1-6), não a física. Essa é uma clara distinção que o amigo não consegue fazer!

116

O homem com a morte não vai para o Céu

João 7:33,34

Os discípulos ainda não poderiam estar junto do Pai, para onde Jesus iria, porque ainda não haviam recebido o Espírito Santo. Jesus não disse que eles não poderiam ir até ele depois da morte, mas enquanto eles estivessem vivos. Isso nada prova quanto à mortalidade da alma.

117

A morte não é descrita como um estado de bem-aventurança e/ou prêmios, mas sim como um inimigo que tem que ser aniquilado

1 Coríntios 15:26

O inimigo é a morte, mas o pecado é a arma pela qual a morte opera (1Cor 15.56)! A morte só terá fim quando pecado tiver fim, porque foi pelo pecado que a morte entrou no mundo (Rm 5.12), ou seja, foi por desobedecer a Deus que a separação de Deus entrou no mundo.



Além do mais, Paulo mesmo disse:



Temos, pois, confiança e preferimos estar ausentes do corpo e habitar com o Senhor.” (2Cor 5.8)



Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor; contudo, é mais necessário, por causa de vocês, que eu permaneça no corpo.” (Fp 1.23-24)



Será que Paulo achava a morte tão ruim assim? Para um cristão, a morte deve ser considerada uma promoção para de fato estar com o Senhor! Mas isso, na hora que Ele quiser.



Para um ímpio, porém, isso é maldição, porque morreu em estado de separação de Deus, e assim permanecerá eternamente.

118

Só o que vence adquire a imortalidade (na ressurreição)

Apocalipse 2:7, 11

Salvação pelas obras? Ou será que o vencedor só venceu porque já está ligado à árvore da vida que é Cristo?



que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo.” (1 Pe 1.5)

119

A esperança viva dos cristãos é a da “herança” reservada no Céu, e que será desfrutada pelos filhos de Deus, não quando morrem e suas almas vão para o céu, mas sim “no último tempo... na revelação de Jesus Cristo”

1 Pedro 1:3-7

Exatamente... somente por meio do corpo é que essa herança pode ser desfrutada. Mas isso não prova nada contra a imortalidade da alma.

120

Os pecadores estão “reservados” para o castigo final, intitulado “negrume das trevas”, para o dia do Juízo, ou seja, não estão queimando ainda

2 Pedro 2:12-17

Não estão mesmo. Mas com certeza, estão isolados da presença de Deus, em profunda tristeza, aguardando o tempo de sua ressurreição para o juízo onde sofrerão por meio do corpo.

121

Os heróis da fé ainda buscam uma pátria [celestial]

Hebreus 11:13-16

Refutado no argumento #11.

Conclusão: Não há nenhuma prova concreta e irrefutável sobre a mortalidade da alma.

Muito pelo contrário, o Sr. Lucas Banzoli só conseguiu mostrar o quanto está disposta para conseguir provar seu ponto de vista, tirando versículos de contexto, parafraseando versículos de modo a fazê-los dizer o que não dizem etc...

Mas eu gostaria de deixar algumas perguntas ao Sr. Lucas Banzoli.

Que ele fortaleça os seus corações para serem irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos.” (1Ts 3.13)

Quem são “todos os santos de Cristo” que virão com ele quando ele voltar?

Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês, porque sei que em breve deixarei este tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou.” (2Pe 2.13-14)

De que maneira Pedro iria “deixar” seu próprio corpo? Afinal de contas, se o espírito é o fôlego, e se a alma é a vida, e se o corpo morto, sem fôlego e sem vida implica que não há existência ou consciência fora do corpo, como é que Pedro deixaria ele mesmo (seu corpo)? E porque ele diz “enquanto estiver no tabernáculo deste corpo”? Ele poderia deixá-lo?

Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor; contudo, é mais necessário, por causa de vocês, que eu permaneça no corpo.” (Fp 1.23-24)

E o que dizer sobre Paulo que diz que desejava “partir e ESTAR com Cristo”? Essa não é uma referência à morte dele?

Temos, pois, confiança e preferimos estar ausentes do corpo e habitar com o Senhor.” (2Cor 5.8)

E então meu caro Lucas Banzoli? Como podemos habitar com o Senhor estando AUSENTES do corpo?? Será que Paulo estava delirando?

Eu prefiro ficar com a opinião deles, e não com a sua, assim como eu creio que o leitor também prefira, porque eles foram enviados pelo próprio Cristo, e você não.

Não peço que o leitor concorde comigo, mas sim com a Palavra de Deus! Pois ela, e somente ela é a VERDADE (Jo 17.17).

206 provas contra a imortalidade da alma – REFUTADO!

E refutado BIBLICAMENTE, sem achismos, sem textos fora de contexto, e sem ir ALÉM daquilo que está escrito!! É assim que se faz exegese bíblica, ao contrário da EIXEGESE que o Sr. Lucas Banzoli é expert em fazer!